Cientistas desenvolvem antibiótico mil vezes mais potente

Substância é uma arma até contra superbactérias

16 JUN 2017
Cientistas desenvolvem antibiótico mil vezes mais potente

Diante do alerta de entidades como a Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o uso indiscriminado de antibióticos e o aumento da resistência das bactérias a esses medicamentos, cientistas do The Scripps Research Institute (TSRI), dos Estados Unidos, desenvolveram uma droga que promete ser mil vezes mais potente em relação às do mercado.

O experimento foi realizado usando como base a vancomicina. Liderados pelo pesquisador Dale Boger, os cientistas descobriram como mudar a estrutura da droga, deixando-a ainda mais poderosa.

Médicos poderiam usar esta forma modificada de vancomicina sem medo de resistência emergente; garantiu Boger, ao site do TSRI.

Chamada por Boger de "mágica", a vancomicina já havia sido alvo de um estudo anterior, no qual os cientistas a alteraram duas vezes para torná-la mais potente.

Na pesquisa mais recente, publicada no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences, os pesquisadores acrescentaram uma terceira mudança na substância. Essa alteração interfere diretamente nas paredes celulares das bactérias. Somadas, essas três modificações na vancomicina resultaram em um produto mil vezes mais potente, o que significa que os médicos precisariam de menos antibióticos para combater infecções, pois o medicamento agiria em três diferentes frentes: Organismos não podem trabalhar simultaneamente para encontrar formas de escapar de três mecanismos diferentes de ação. Mesmo que achassem uma solução para um deles, os organismos ainda seriam mortos pelos outros dois; explicou o pesquisador. Após anunciarem o achado, os especialistas têm como objetivo reduzir o número de etapas necessárias para sintetizar a vancomicina.
Atualmente, são necessários 30 passos para obter o produto final.

Fonte: Zh Vida
Copyright ©2015 | Viver Bem - Home Care