Sobrepeso aos 50 anos pode antecipar a aparição do Alzheimer

04 SET 2015
Senhora com Alzheimer

Segundo os cientistas do Instituto Nacional do Envelhecimento (NIH) americano, cada unidade acrescentada ao Índice de Massa Corporal (IMC) na média idade significa que a doença pode aparecer 6 ou 7 meses antes.

Estudos prévios já tinham apontado que algumas mudanças no estilo de vida, como uma melhora da dieta e o exercício regular, podem atrasar a manifestação do Alzheimer.

Os pesquisadores se basearam nos dados de 1.394 pacientes cognitivamente normais que se submeteram a testes neuropsicológicos a cada dois anos durante uma média de 14 anos.

Dentro desse grupo, 142 pessoas desenvolveram a doença e, entre eles, aqueles com um maior Índice de Massa Corporal aos 50 anos sofreram os primeiros sintomas do mal de Alzheimer antes do resto.

A partir de 191 autópsias, os cientistas também comprovaram que a obesidade na média idade está associada com danos neurológicos no cérebro relacionados com o Alzheimer.

"Estes resultados são importantes porque acrescentam uma quantidade grande de conhecimento sobre a relação entre a obesidade e o Alzheimer, mas sobretudo indicam que manter um Índice de Massa Corporal saudável desde a média idade pode contribuir para que ocorra um efeito protetor para a aparição do mal décadas depois", afirmou Madhay Thambisetty, principal autor do estudo.

Para o cientista, são necessárias novas investigações que envolvam um maior número de pacientes para determinar o IMC concreto a partir do qual começa a se elevar o risco de uma manifestação antecipada do Alzheimer.

Os autores do estudo sublinharam que os resultados estatísticos desta pesquisa não aprofundam nos mecanismos que fazem com que o sobrepeso e a obesidade influam na aparição da doença.

Fonte: Terra
Copyright ©2015 | Viver Bem - Home Care