Dicas de Saúde

Os 10 Melhores Suplementos Anti Envelhecimento

26 ABR 2017
Os 10 Melhores Suplementos Anti Envelhecimento

Os Melhores Suplementos Anti Envelhecimento que podem ajudar a proteger a sua saúde e melhorar seus níveis de energia e humor. Além disso, ajuda retardar o processo de envelhecimento. O envelhecimento é uma parte natural da experiência humana – mas isso não significa que seja necessariamente agradável. À medida que envelhecemos, nossos corpos tendem a se tornar menos eficiente, menos forte, e menos flexível. Há, obviamente, não há maneira de prevenir o envelhecimento, mas existem algumas maneiras de retardar o seu progresso.

Uma maneira é tomar bons suplementos anti envelhecimento, que pode fazer muito para ajudar a facilitar o processo de envelhecimento. Há uma variedade de suplementos eficazes para anti envelhecimento, e cada um deles tem como alvo diferentes aspectos da nossa saúde. Iremos passar uma lista específica dos 10 Melhores Suplementos Anti Envelhecimento:

1. Coenzima Q-10: O Coenzima Q-10 é um dos Melhores Suplementos Anti Envelhecimento. Pois, á medida que as pessoas envelhecem, uma enzima chamada Coenzima Q-10, que é produzida pelo corpo, diminui com o passar dos anos. De fato, a baixa produção de enzima CoQ10 está ligada a várias doenças relacionadas com a idade, tais como a doença de Parkinson, câncer e diabetes.

Pesquisas têm demonstrado que o suplemento Coenzima Q-10 ajuda na prevenção do sangue de coagulação de forma eficiente. Esta característica do suplemento ajuda a conter as chances de ataque cardíaco e outras doenças relacionadas com o coração. Este suplemento também age como um antioxidante. A presença destas enzimas no corpo protege a célula de danos, resultando em pele saudável, cabelo e saúde geral.

2. Resveratrol: Resveratrol é um polifenol que é encontrado em uvas e frutas. A eficácia deste elemento muitas vezes está ligada à velha noção de que o vinho é o segredo por trás de uma vida longa e saudável. A dose diária deste suplemento é recomendada para uma vida mais longa.

O Resveratrol é considerado uns dos Melhores Suplementos Anti Envelhecimento. Pois, o Resveratrol foi feito para aumentar a sensibilidade à insulina, diminuindo os níveis de glicose. O suplemento é essencial para o bem-estar de pacientes diabéticos. Este suplemento também ajuda na manutenção do equilíbrio de uma proteína chamada sirtuin que ajuda a garantir a longevidade das células.

3. Carnitina: Carnitina é um nutriente que é armazenado em várias partes do corpo e ajuda na conversão de gordura armazenada em energia. Em circunstâncias normais, o rim e fígado produzem este elemento que reduz consideravelmente pelo passar dos anos. Carnitina, quando tomado na forma de suplementos, ajuda no tratamento de angina ou problemas comuns de dor no peito. Carnitina é eficaz em espantar os sinais emergentes da doença de Alzheimer.

O suplemento também é notado por seu papel no tratamento da depressão e demência. Estudos revelaram que o suplemento também ajuda a aumentar a contagem de espermatozoides em homens, aumentando assim o fator de fertilidade.

4.Aspirina: Essa maravilha é prescrita para várias doenças de dor de cabeça leve para dores no corpo e febre. Estudos têm demonstrado que aqueles que tomam uma pequena dose diária de Aspirina têm melhor saúde. Aspirina ajuda a diluir o sangue que por sua vez ajuda no seu melhor fluxo e reduz muito as chances de coagulação. Aspirina Melhora a circulação sanguínea e melhora o funcionamento de todos os órgãos.

Este suplemento também ajuda muito na redução das chances de câncer de cólon. Estudos têm demonstrado que aqueles que tomam aspirina a cada dia alternativo ou todos os dias têm cinqüenta por cento menos chances de desenvolver câncer do cólon, fazendo que ele se torne um dos Melhores Suplementos Anti Envelhecimento.


5. Ômega-3: Óleo de peixe tem ômega-3 que é uma forma medicamente certificada de manter o coração vigoroso e saudável. Em linhas com a velha noção de que comer peixe prolonga a vida, óleo de peixe é um bom e recomendado suplemento como ferramenta anti envelhecimento.

Omega-3 presente no óleo de peixe ajuda a reduzir os efeitos do glaucoma e degeneração macular. E ajuda a aumentar a vida útil, reduzindo as chances de morte súbita em pacientes cardíacos.

6. GTF Cromo: Esta é uma molécula complexa do cromo mineral que é encontrada naturalmente no corpo. E ajuda a tornar a insulina mais eficaz. O açúcar de no sangue danifica tecidos e é um contribuinte principal aos sinais do envelhecimento. Este suplemento ajuda a controlar o ataque de açúcar em células do corpo. Este suplemento também é vital para manter a pele jovem e livre dos sinais de envelhecimento.


7. Idebenona: Idebenona é uma boa alternativa de Suplementos Anti Envelhecimento. Pois, este suplemento, quando tomado diariamente, penetra profundamente na pele e repara os danos causados pelo envelhecimento. Este suplemento maravilha também é usado por muitas empresas de fabricação de creme anti envelhecimento.Este é um antioxidante que é o segredo por trás da pele de aparência mais jovem de muitas celebridades envelhecidas de Hollywood.

8. Hesperidina: Este é um bioflavonoide específico que é encontrado em cascas de frutas cítricas e tem alguns efeitos surpreendentes em corpo. Com a idade, veias tendem a tornar-se dobradas e fora de forma dando uma aparência de roxo como manchas sob a pele. Este suplemento ajuda a aumentar a tensão e, portanto, melhora o fluxo sanguíneo. Este suplemento também ajuda na redução da inflamação nas veias, mantendo assim coração jovem e saudável.

9. Imedeen: Imedeen é considerado uns dos Melhores Suplementos Anti Envelhecimento. Pois, tem uma proteína derivada de um peixe do mar profundo e está ganhando popularidade por mostrar resultados maravilhosos. O conteúdo deste suplemento ajuda no aumento da produção de colágeno e elastina, que são cruciais para manter a pele firme. A ingestão diária deste suplemento também ajuda a fornecer ácido hialurônico que é basicamente um hidratante natural que ajuda a manter a pele macia, suave e sem rugas.

10. Heliocare: Heliocare é basicamente o extrato de samambaia que é muito eficiente em proteger a pele dos efeitos do sol e passar de anos. A ingestão diária destas pílulas suplementares ajuda a reduzir os danos causados por UVA na pele, fazendo que ele se torne um dos Melhores Suplementos Anti Envelhecimento. O suplemento anti rugas também é muito eficiente na redução e prolongamento da aparência de rugas e pigmentação.

Saúde na melhor idade: Cuidados com a alimentação

13 ABR 2017
Saúde na melhor idade: Cuidados com a alimentação

Uma boa alimentação e hábitos de vida saudáveis são recomendações para qualquer idade, porém os idosos devem redobrar a atenção com a dieta.

Nesta reportagem, a nutricionista, Drª Vanderlí Marchiori ressalta a importância da alimentação saudável e balanceada, e ainda alerta para sobrepeso, altas taxas de colesterol e triglicérides. Confira.

De forma geral, quais os cuidados especiais são necessários com a alimentação do idoso?

Drª Vanderlí Marchiori - Garantir uma excelente hidratação rica em frutas, verduras e legumes. Eles podem estar apresentados na forma de sucos, vitaminas, sopas ou purês. A terceira idade pode ter falhas na dentição e mastigação. Por isso, é importante que os alimentos sejam mais pastosos.


A automedicação contra desconfortos estomacais é prejudicial para a saúde do idoso? Por quê?

Drª Vanderlí Marchiori - Sim, pode ser prejudicial à saúde do idoso porque, muitas vezes, ele não sabe exatamente o que está acontecendo. Portanto, é mais seguro que ele faça uso de plantas medicinais no seu tratamento básico.

Usar plantas é extremamente eficaz e mais seguro em qualquer momento. Ervas como boldo e ruibarbo são muito úteis, por exemplo, para tratar as disfunções ocasionadas pelo envelhecimento dos nossos órgãos internos.

Há no mercado alguns medicamentos que não exigem prescrição médica e que não muito eficazes. Porém, se o mesmo problema é recorrente é bom procurar um médico para realizar seu acompanhamento e diagnostico.

 

Quais são os alimentos mais indicados para os idosos?

Drª Vanderlí Marchiori - Os alimentos mais indicados para idosos são aqueles fontes de vitamina e minerais como frutas, verduras e legumes. Isso deve ser a base. Também devemos complementar com uma quantidade media de proteínas como ovos, frangos e peixes que são de mais fácil digestão!


Que nutrientes são indispensáveis para manter um idoso saudável?

Drª Vanderlí Marchiori - Proteínas, vitaminas do Complexo B e Carboidratos de baixo índice glicêmico, como macarrão e batatas doces ou mandiocas.


Há nutrientes capazes de retardar o envelhecimento das células, tanto os neurônios quanto as células da pele, por exemplo?

Drª Vanderlí Marchiori - Sem dúvida! Todas as vitaminas e minerais, além do colágeno que é uma ótima proteína para manter o viço da pele.

 

O que não pode faltar na mesa de um idoso?

Drª Vanderlí Marchiori - O que não pode faltar na mesa de um idoso: saladas, legumes no vapor, muitas frutas, sucos e vitaminas de frutas!


O sobrepeso em idosos é grave?

Drª Vanderlí Marchiori - Com certeza é sim! O sobrepeso predispõe a doenças como diabetes, hipertensão e má absorção de nutrientes. Daí a importância da melhora da digestão

 

Como evitar elevar as taxas de colesterol, triglicérides, açúcar, etc.?

Drª Vanderlí Marchiori - O primeiro passo é reduzir o consumo de doces e sobremesas. Além disso, outro ponto que deve ser evitado ou até melhor que seja excluído é o consumo de frituras.
O idoso também precisa estar atendo ao consumo de fibras e na variedade de alimentos. Quanto mais variado o prato em porções adequadas, melhor é o gerenciamento do peso e das taxas sanguíneas de colesterol e glicose.

 

Saúde na melhor idade: Especialista dá dicas de cuidados com a pele

04 ABR 2017
Saúde na melhor idade: Especialista dá dicas de cuidados com a pele

Estudos e pesquisas apontam um grande crescimento da população idosa no Brasil. Garantir uma velhice saudável depende de vários fatores, entre eles o cuidado com gripes e infecções respiratórias e com a alimentação.
Medidas simples como o uso de protetor solar, limpeza e hidratação podem garantir uma pele saudável. É o que afirma a Dermatologista membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Drª Anelisa Baungartner Lamberti. Confira a entrevista:

De forma geral, quais os cuidados especiais são necessários com a pele do idoso?

Drª Anelisa Baungartner Lamberti - Banhos devem se rápidos, mornos e com sabonete delicado. Hidratante é importante, pois a pele do idoso é geralmente bem seca e com tendência a sensibilidade. Proteção solar utilizando protetores, chapéus, roupas adequadas e respeitando horários de exposição.

Medidas preventivas contra picadas de insetos, pequenos ferimentos e arranhões, pois há maior facilidade de inflamação e infecção. Evitar contato com produtos químicos fortes como inseticidas e cloro, pois há maior propensão a alergias e intoxicações.

Especialista indica o uso de hidratantes , filtro solar e evitar exposição nos horários de sol mais intenso

Temos uma geração de idosos que passou grande parte da vida trabalhando exposto ao sol e sem cuidados. Além disso, muitos também que não tinham acesso a protetores solares e hidratantes. Como tratar dessa pele agora?

Drª Anelisa Baungartner Lamberti - Manchas solares, incidência de câncer de pele, dentre outras doenças.

Sem dúvida, a geração de idosos que trabalhou exposta ao sol, em profissões como lavoura, hoje sofre com os efeitos acumulativos do sol que se refletem em secura, aspereza, manchas, rugas, envelhecimento precoce e alto risco de câncer de pele. Precisam ser constantemente submetidos às avaliações dermatológicas e, com frequência, realizar procedimentos e pequenas cirurgias para retirada de lesões malignas e pré-malignas. Além disso, precisam utilizar diariamente hidratantes, filtro solar e evitar exposição nos horários de sol mais intenso.

Por que a hidratação da pele é importante?

Drª Anelisa Baungartner Lamberti - Porque uma pele bem hidratada é também mais protegida e menos vulnerável a processos alérgicos, irritações e infecções.

Qual é o procedimento para a limpeza da pele de um idoso?

Drª Anelisa Baungartner Lamberti - Os banhos devem ser mais rápidos, mornos e com sabonete neutro ou infantil, evitando o uso de buchas e esponjas.

Por que aparecem manchas na pele do idoso? Como cuidar delas? Há prevenção? E tratamento?

Drª Anelisa Baungartner Lamberti - Geralmente, as manchas são fruto do efeito cumulativo do sol. Devem ser sempre acompanhadas por especialista, pois podem sofrer transformações e acarretar num câncer de pele. A prevenção é usar hidratação e proteção solar e chapéus e roupas adequadas desde a juventude, sempre que houver exposição solar. O tratamento deverá ser definido pelo médico com uso de ácidos, clareadores, lasers ou pequenas cirurgias.

Há alguma medida quanto aos cuidados com a pele que, quando tomada desde jovem, evita problemas na terceira idade?

Drª Anelisa Baungartner Lamberti - Sem dúvida, a proteção solar desde a primeira infância, utilizando protetor adequado a cada tipo de pele. Também é importante o uso de óculos escuros, chapéus e roupas com tecidos que contém proteção contra os raios UV. Além disso, hábitos positivos como alimentação saudável, sem vícios como álcool, fumo e drogas, ingerir muito líquido, dormir bem e reduzir o estresse sempre vão refletir numa pele de melhor qualidade.

Mais de 75% das lesões sofridas por pessoas com mais de 60 anos são causadas por acidentes domésticos. Quando isso ocorre, quais são os primeiros socorros para cuidar do machucado?

Drª Anelisa Baungartner Lamberti - Quando se tratar de pequenos ferimentos como cortes e arranhões, lavar o ferimento com água corrente e sabonete neutro, secar bem, usar antisséptico local e pomada antibiótica. Também é importante cobrir com curativo adesivo. Evitar remover as ‘crostinhas’ para uma cicatrização adequada.

A partir de qual idade é preciso estar mais atento aos cuidados com a pele?

Drª Anelisa Baungartner Lamberti - Cada faixa etária tem suas necessidades e cuidados específicos, o ideal é cuidar desde a primeira infância. Curiosidade: cerca de 80% do sol que tomamos durante toda a vida se concentra até os 18 anos de idade.

Há alguma doença de pele que surge pela falta de cuidados? Se sim, quais?

Drª Anelisa Baungartner Lamberti - Diversas doenças podem advir da falta de cuidados mais simples com a pele. Por exemplo: os fungos (micoses) podem surgir em áreas de umidade, por falta de cuidado ao enxugar os pés ou dobras. Os eczemas (dermatites ou alergias) surgem por excesso de ressecamento ou contato com produtos químicos agressivos, como sabões e produtos de limpeza, entre outros. A principal doença é o câncer de pele que ocorre por falta de proteção solar adequada ou exposição excessiva ao longo da vida.

Quais são os principais erros que os jovens cometem hoje e que podem refletir negativamente na pele quando estiverem na terceira idade?

Drª Anelisa Baungartner Lamberti - Sem dúvida, o excesso de exposição solar e hábitos pouco saudáveis como, por exemplo, o fumo, consumo de álcool e drogas, pouco sono e alimentação desequilibrada.

É possível conciliar uma rotina corrida com cuidados essenciais na pele? De que forma?

Drª Anelisa Baungartner Lamberti - Claro, precisamos de poucos minutos para: tomar banho rápido e morno, hidratar bem a pele e usar o protetor solar adequado diariamente de acordo com sua idade e tipo de pele.

Já evitar hábitos nocivos, tomar bastante água e se alimentar bem é uma questão de criar novas rotinas e disciplina que vão repercutir positivamente para todo seu organismo e quem sabe “contamine” seus amigos e familiares também, criando um ciclo saudável e positivo!

Além disso, deixo como dica para quem leva uma rotina corrida ter no carro, na bolsa ou até mesmo no trabalho um kit com cuidados essenciais. Entre os itens, produtos de hidratação e higienização da pele, protetor solar e cuidados para possíveis imprevistos, como machucados. Neste caso, é bom ter algodão, antissépticos, protetores locais e pomada antibiótica.

As 11 Maneiras de Prevenir a Calvície

12 ABR 2017
As 11 Maneiras de Prevenir a Calvície

 

As 11 Maneiras de Prevenir a Calvície. Alem disso, são variadas pois esse mal possui muitas formas de prevenção, que são bem simples mas eficazes. A Calvície também conhecida como alopecia é caracterizada pela redução parcial ou total de cabelos, ou a ausência de pelos em uma determinada área da pele. A Calvície é geralmente mais perceptível no couro cabeludo, mas pode ocorrer em qualquer parte do corpo que haja pelos. O termo alopecia deriva do grego “alopex” que significa raposa (Este animal apresenta com frequência uma queda de pelos). Um fato terrível é que esse mal ocorre em aproximadamente 50% dos homens.

 

 

A formação e a manutenção de um cabelo sadio dependem do adequado fornecimento de algumas substâncias essenciais para o desenvolvimento do fio (proteínas, vitaminas, ferro, cobre, zinco e outros importantes minerais). Sendo assim, é altamente recomendável que se tenha uma alimentação balanceada e correta para um melhor combate à Calvície . Então, sabendo disso confira agora As 11 Maneiras de Prevenir a Calvície.

Oque e Calvície: A Calvície ou também conhecida como alopecia é um mal que acomete uma grande parte da população, especialmente a masculina. Caracterizada pela queda excessiva de cabelos, cerca de 80% da população masculina será acometida pela Calvície quando chegar aos 70 anos, de acordo com estimativas.

O que causa a calvície: Há uma grande quantidade de fatores que podem ser apontados como causadores da Calvície. A primeira causa da Calvície é uma alimentação pobre em nutrientes necessários para fortalecer tanto os cabelos quanto o couro cabeludo. Além da má alimentação, outro fator que pode ser apontado como o que causa a Calvície é o uso exagerado de equipamentos capilares como baby liss, chapinha e secador. Uma pessoa que utiliza exageradamente esses equipamentos enfraquece o cabelo, tirando dele sua força e deixando-o mais suscetível à queda.

Os vícios são outros possíveis causadores da queda excessiva de cabelos e isso é facilmente percebido: se os vícios fazem mal à saúde, como um todo, por que não fariam mal aos cabelos e ao couro cabeludo? Assim, abandonar o cigarro, as bebidas e as drogas é essencial para manter os fios saudáveis e fortes. O estresse é um elemento muito comum na vida das pessoas que vivem na sociedade de hoje. São muitos afazeres para dar conta e também muitos problemas para resolver. Contudo, caso o estresse não seja controlado, pode haver outro problema para ser tratado: a Calvície.Veja também Como Acabar com a calvície em 30 dias com um método 100% Natural e sem Efeitos…

Como Prevenir a Calvície: A prevenção da Calvície é a forma mais eficaz de manter os fios. Engana-se quem coloca na hereditariedade a responsabilidade pela queda excessiva de cabelos: na verdade, há uma grande quantidade de atitudes que ajudam a conservar os fios, além de deixá-los mais fortes, saudáveis e bonitos.

Trate contra Caspa e da oleosidade: Outros fatores que podem desencadear a queda excessiva de cabelos é a oleosidade nos cabelos, além da caspa. Dessa forma, as pessoas que querem evitar a ocorrência da Calvície devem tratar a caspa e a oleosidade. É importante lembrar que não basta tratar apenas a caspa e a oleosidade em si: é essencial que a causa da oleosidade e causa da caspa sejam tratadas, a fim de eliminar definitivamente o problema.

Leite e seus derivados: Todas as pessoas sabem que o leite e os alimentos que derivam dele são ricos em cálcio, nutriente que ajuda a manter a saúde dos ossos, de uma forma geral. Contudo, o que as pessoas podem não saber é que o consumo de leite também é indicado para as pessoas que querem evitar a Calvície. O cálcio é muito importante para evitar a queda dos fios, além de deixá-los mais brilhantes e cheios de vida.

Coma Mais Legumes: Além do leite e seus derivados, outros alimentos que devem ser incluídos na dieta de quem deseja prevenir a Calvície são as leguminosas. Pode ser que haja pessoas que tenham dúvida a respeito de quais são os alimentos leguminosos. São eles: o arroz, a lentilha e o feijão.

Prefira a Água Morna: Lave os cabelos com bastante água e não poupe no enxague para que o couro cabeludo se mantenha bem limpo. Lembre-se, porém, que a água muito quente pode contribuir para que os fios de cabelo fiquem mais oleosos e mais propensos à Calvície. Procure utilizar água morna no enxague dos cabelos.

As leguminosas são auxiliares na prevenção da Calvície por elas possuírem aminoácidos em sua composição, sendo que os aminoácidos são essenciais na produção de colágeno e de queratina, proteínas que cuidam da saúde dos cabelos.Veja também Como Acabar com a calvície em 30 dias com um método 100% Natural e sem Efeitos…

Soja Ajuda a Combater a Calvície: A soja é um alimento que ajuda muito a promover a boa saúde e isso todo mundo sabe. Um dos benefícios da soja está em melhorar a circulação do couro cabeludo, o que ajuda a evitar a queda excessiva dos fios. Por isso, apostar em uma dieta rica em soja é uma boa tática para manter os cabelos no lugar.

Use Babosa: Uma excelente Maneiras de Prevenir a Calvície de cabelo é aplicar uma solução feita com babosa, planta também conhecida como Aloé vera, pois tem grande poder hidratante que fortalece os fios, impedindo a Calvície e promovendo o crescimento do cabelo.Veja também Como Acabar com a calvície em 30 dias com um método 100% Natural e sem Efeitos…

Mantenha os Cabelos Sempre Limpos: A limpeza do couro cabeludo deve ser considerada como uma importante Maneiras de Prevenir a Calvície. Ao deixá-lo sujo por mais tempo, a própria sujeira pode favorecer – ou, até mesmo, agravar – a perda dos fios. Assim, se não diariamente, os cabelos devem ser lavados dia sim, dia não, utilizando-se xampus próprios, preferencialmente neutros, capazes de remover a sujeira sem alterar o pH do couro cabeludo.

 

Alecrim: O alecrim é conhecido por conta das suas propriedades aromáticas. Entretanto, ele tem ainda outra funcionalidade que vale a pena conhecer: o alecrim também promove a melhora da circulação do sangue no couro cabeludo, o que ajuda a evitar a queda excessiva de cabelos.

Frutos do Mar: Para reduzir as possibilidades de Calvície é possível adotar uma dieta rica em frutos do mar. Esses alimentos são ricos em zinco, nutriente que colabora para a boa saúde dos fios e também do couro cabeludo. Por isso, vale a pena incluir a carne de peixe no cardápio, nem que seja uma vez por semana.

Use Produtos Para o Seu Tipo de Cabelo: No banho use sempre um xampu específico para o seu tipo de cabelo. O objetivo do xampu é limpar, portanto ele tem que agir como tal. Se a sua raiz é oleosa , use um xampu para cabelos oleosos, se for seco da mesma maneira e assim por diante. E outras Maneiras de Prevenir a Calvície não menos importantes, são: enxague muito bem os cabelos e retire o excesso de condicionador e xampu. A raiz oleosa ou com muito resíduos obstruir o crescimento dos fios e com o tempo a queda é inevitável.

80% das pessoas terão dores nas costas. Veja como se proteger

05 ABR 2017
80% das pessoas terão dores nas costas. Veja como se proteger

De cada dez pessoas, oito terão dores nas costas ao longo da vida, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Na maioria das vezes, essas dores não têm uma causa específica, mas também podem ser provocadas por hérnias de disco, estenoses, tendinites, listeses, artrite reumatoide, entre outras doenças. Saiba como elas podem lesar sua coluna e veja como se proteger.

Dores nas costas inespecíficas — Representam aproximadamente 85% dos casos, informa o dr. Douglas Kenji Narazaki, ortopedista e traumatologista no Hospital Sírio-Libanês. "As dores são inespecíficas quando mesmo após história clínica, exame físico e exames adicionais não conseguimos afirmar que determinada alteração de imagem seja a causa da dor", explica o médico.

Hérnia de disco — Os discos localizados entre as vértebras que formam a coluna espinhal saem da sua posição normal e passam a comprimir as raízes nervosas, causando pressão sobre elas e, consequentemente, dor. O desgaste pelo tempo e a genética estão entre as causas principais da hérnia de disco lombar, mas forçar as costas para levantar peso excessivo também pode ser um desencadeador desse problema, assim como o tabagismo. "O fumo contribui para o desgaste precoce dos discos intervertebrais", explica o dr. Narazaki.

Estenose — Trata-se de um estreitamento do canal medular (local por onde passa a medula e raízes nervosas) da coluna. Na maioria das vezes, a estenose lombar é um problema natural relacionado ao envelhecimento, mas pode ter causas congênitas ou ser provocada por tumores.

Tendinite — É uma inflamação dos tendões, que são as estruturas que ligam os músculos aos ossos. Quando afeta o ombro, a tendinite pode irradiar para a região das costas. A principal causa desse tipo de tendinite é o uso excessivo dos braços em tarefas laborais ou atividades esportivas.

Listese (espondilolistese) — Segundo explica o dr. Narazaki, é o escorregamento ou a subluxação de uma vértebra sobre a outra na região da coluna. Esse problema pode ocorrer por defeitos genéticos de formação, envelhecimento, traumas por quedas ou pela presença de tumores.

Artrite reumatoide — É uma doença inflamatória crônica que geralmente afeta as pequenas articulações das mãos e dos pés, mas também pode atingir as costas, causando dor. A artrite reumatoide é uma doença autoimune, ou seja, faz com que o sistema imunológico do corpo ataque os tecidos saudáveis por engano. Como o estrógeno (hormônio feminino) tem mais poder de estimular a imunidade que a testosterona (hormônio masculino), as mulheres acabam sendo as mais afetadas, pois seu organismo tem maior ativação do sistema imune e, consequentemente, dos anticorpos "agressores". Outros fatores de risco são: envelhecimento, obesidade, histórico familiar deste problema e doenças associadas, como diabetes e gota.

 

Como prevenir as dores nas costas?

 

Apesar de as dores nas costas estarem associadas muitas vezes ao envelhecimento e ao desgaste natural da coluna, elas também são comuns nas pessoas jovens. Segundo observa o dr. Narazaki, existem dois grupos etários que se queixam mais desse problema: dos 20 aos 25 anos de idade e dos 40 aos 60 anos de idade. O primeiro grupo marca o ingresso no mercado de trabalho e o segundo, a aproximação da terceira idade. Em ambos os casos, são períodos em que as pessoas tendem a diminuir a movimentação corporal.

Por isso, a prática regular de atividade física é um dos meios mais eficazes de prevenção das dores nas costas. No entanto, isso deve ser feito com orientação de um profissional, pois ele saberá indicar os melhores exercícios para cada pessoa. Outras ações que ajudam a prevenir as dores nas costas são:

  • Perder peso, para quem estiver acima do peso.
  • Não fumar.
  • Escolher cadeiras confortáveis para trabalhar e usar o computador.
  • Caminhar por cinco minutos a cada duas horas sentado.
  • Evitar movimentos repetitivos que envolvam a articulação do ombro.
  • Evitar o uso de calçados com saltos muito altos (acima de 4 cm).
  • Evitar carregar, sem preparo, pesos superiores a 10% de seu peso.
  • Evitar colchões muito duros ou moles demais.

 

Como diagnosticar e tratar as dores nas costas?

 

As dores nas costas merecem atenção médica, sobretudo quando são intensas por mais de um dia e não passam após período de descanso; ou quando se tornam frequentes com crises que vão e voltam.

Os médicos avaliam as pessoas com dores nas costas levando em conta seus sintomas e estilo de vida e, com o auxílio de exames de imagens, como ressonância magnética e tomografia computadorizada, detectam a presença ou não de doenças que podem estar causando as dores.

Como a maioria dos casos de dores nas costas não tem uma causa específica, o tratamento tende a ser para o alívio da dor com medicamentos orais ou sob a pele na região dolorida, acompanhado de compressas de água quente (tensão muscular) ou gelo (inflamação) e fisioterapia. Acupuntura, quiropraxia (terapia que usa técnicas manuais, exercícios e orientação postural) ou infiltrações na coluna com medicamentos anestésicos ou corticoides também podem ser indicadas pelo médico.

A necessidade de cirurgia para o tratamento de dores nas costas é rara, segundo o dr. Douglas Kenji Narazaki. "A cirurgia é utilizada mais em casos de hérnias de disco invertebral ou estenoses de coluna, quando essas não respondem ao tratamento clínico, tumores ou fraturas instáveis na coluna", comenta.

O Hospital Sírio-Libanês conta com um Núcleo Avançado de Dor e Distúrbios do Movimento, composto por diversos médicos ortopedistas especializados em dores nas costas. Eles atuam em parceria com médicos fisiatras, neurocirurgiões, anestesistas, fisioterapeutas, entre outros profissionais. Se as dores nas costas forem devido à artrite reumatoide, o hospital tem ainda um Núcleo Avançado de Reumatologia.

Além desses grupos formados por profissionais experientes e especializados, o Hospital Sírio-Libanês coloca à disposição das pessoas com dores nas costas seu Centro de Reabilitação, cujo atendimento não está voltado apenas para as doenças e suas causas, mas também para o acolhimento e o entendimento das necessidades de cada paciente.

 

Comer dez porções de frutas e vegetais por dia reduz risco de morte

31 MAR 2017
Comer dez porções de frutas e vegetais por dia reduz risco de morte

Para entender a quantidade de frutas e vegetais necessária por dia para proteger o organismo de doenças e mortes prematuras, pesquisadores do Imperial College London revisaram 95 estudos com abrangência de até dois milhões de pessoas. Os resultados da meta-análise mostraram que a ingestão de 800 gramas desses alimentos diariamente poderia prevenir cerca de 7,8 milhões de mortes prematuras no mundo a cada ano.

Estimando que cada fruta ou vegetal pese 80 gramas, a proposta dos pesquisadores é que o consumo diário seja de 10 porções, o dobro da recomendação atual.

Nossos resultados sugerem que, embora a ingestão de cinco porções de frutas e legumes seja bom, 10 por dia é ainda melhor — disse Dagfinn Aune, líder do estudo, ao site da instituição.

Além do aumento no consumo diário, a pesquisa descobriu que comer 200 gramas desses alimentos está associado a uma redução de 16% no risco de doenças cardíacas, de 18% no risco de acidente vascular cerebral (AVC) e de 13% de risco de doenças cardiovasculares. Quando o consumo sobe para 800 gramas, os índices foram ainda maiores. A análise mostrou uma redução de 24% no risco de doenças cardíacas, 33% de AVC, 28% de doenças cardiovasculares e 13% do risco total de câncer.

Os pesquisadores ainda listaram alguns alimentos capazes de prevenir determinadas doenças. Maçã, pera, frutas cítricas, folhosos como espinafre e chicória, crucíferos como brócolis e repolho, por exemplo, têm ação contra doenças cardíacas e cardiovasculares e AVC. Já o risco de câncer é reduzido ao consumir vegetais amarelos, verdes e crucíferos.

Precisamos de mais pesquisas sobre os efeitos de tipos específicos de frutas e legumes e seus métodos de preparação. Também é necessário compreender a relação entre a ingestão de frutas e vegetais com causas de morte, além de câncer e doenças cardiovasculares. Mas, a partir deste trabalho, ficou claro que uma alta ingestão de frutas e legumes oferece enormes benefícios para a saúde e devemos tentar aumentar seu consumo na dieta — acrescentou o especialista.

 

Combine suco de laranja (ou outro cítrico) com chá verde

27 MAR 2017
Combine suco de laranja (ou outro cítrico) com chá verde

Este mix de bebidas favorece o emagrecimento e, de sobra, protege o coração.

Um estudo da Universidade Purdue, nos Estados Unidos, identificou uma união inusitada e favorável para o nosso corpo – agora, no campo das bebidas. De acordo com o time de pesquisa, devíamos turbinar o chá verde com alguma fonte de vitamina C, preferencialmente o suco de limão.

O objetivo seria preservar as catequinas presentes no chá. “Elas são as substâncias responsáveis por seus efeitos benéficos, como redução no risco de doenças cardiovasculares, além de controle do peso”, relata a nutricionista Sarah Morais Senna Prates, da Universidade Federal de Minas Gerais.

Enquanto outros trabalhos confirmam essa associação, há mais estratégias para resguardar as desejadas moléculas. “O ideal é que o chá seja consumido logo após o preparo. É que, com o tempo, ele sofre oxidação e as catequinas vão se perdendo”, esclarece Sarah.

 

Por que comer mais gordura é mais prejudicial para os homens do que para as mulheres?

22 MAR 2017
Por que comer mais gordura é mais prejudicial para os homens do que para as mulheres?

Estudo revelou que piora significativa na capacidade dos homens de eliminar açúcar do sangue pode levar à diabetes.

As gorduras são essenciais em nossa dieta e especialistas recomendam que elas respondam por 20% a 30% das calorias que consumimos diariamente.

Mesmo assim, é de conhecimento geral que comer muita gordura pode ser prejudicial para a saúde.

Mas você sabia que o impacto em seu corpo vai depender se você for homem ou mulher?

Essa é a conclusão de um estudo recente que acompanhou vários indivíduos de ambos os sexos.

Durante uma semana, os participantes consumiram em excesso alimentos com alto nível de gordura tipo Omega-6, como salsichas e salgados.

Os pesquisadores também analisaram como a ingestão afetou a capacidade deles de controlar o nível de açúcar no sangue.

A médica Zoe Williams decidiu se submeter ao experimento para a BBC.

Ela pediu ao responsável pelo estudo, Matt Cocks, da Universidade Moores em Liverpool, no Reino Unido, que não só repetisse os testes com ela, como participasse deles.

Antes de começar, foram medidos os níveis de gordura e de açúcar no sangue dos dois.

Zoe e Cocks também precisaram carregar monitores portáteis de glicose, para registrar a evolução do nível de açúçar no sangue durante a semana em que a pesquisa foi realizada.

Além disso, eles tiveram de comer 50% a mais de gordura do que o normal, da seguinte forma:

 

Açúcar no sangue

 

Além da variação de peso, os monitores de glicose mostravam se a dieta estava afetando a capacidade de ambos para eliminar açúcar do sangue.

Para Zoe, não houve qualquer problema.

Mas para Matt a capacidade para eliminar o açúcar piorou em 50%.

O resultado do estudo conduzido pelo especialista com outros participantes havia sido semelhante, e, em média, a capacidade para metabolizar o açúcar nos homens que se submeteram à dieta rica em gordura piorou 14%.

"Um dos primeiros passos rumo à diabetes tipo 2 é a deterioração do controle da glicose", explica o médico após o experimento.

"No meu caso, piorou seriamente a capacidade para controlar o nível de açúcar e, se eu tivesse continuado assim por um tempo prolongado, provavelmente teria desenvolvido diabetes tipo 2", reconhece.

O experimento ajuda a entender por que esse tipo de diabetes afeta mais homens do que mulheres.

A dieta submetida por Zoe e por Cocks foi extrema, mas as mesmas consequências - embora em menor grau - podem ser sentidas por pessoas que consomem muita gordura regularmente, sobretudo homens.

Diante disso, o que devemos fazer?

A melhor recomendação é ter uma dieta balanceada, aliada, se possível, à prática de exercícios físicos.

"Se você come e depois faz exercício, vai começar a queimar o que ingeriu", explica Cocks.

"Dessa forma, se seu almoço for rico em açúcares e gorduras, você pode contrabalancear seus efeitos negativos com uma leve caminhada depois", completa.

Cuidado com a Desidratação

20 FEV 2017
Desidratação

"O verão traz algumas doenças relacionadas ao forte calor e a desidratação é uma delas"

O verão começa oficialmente no dia 22 de dezembro. É um período em que devemos ficar mais atentos às altas temperaturas e o perigo da desidratação.

A desidratação é a perda excessiva de líquidos e sais minerais do corpo. É normal perdermos até 2,5 litros de água por dia através do suor, saliva, urina e fezes. Quando a perda diária ultrapassa essa média apresentamos um quadro de desidratação. Essa perda pode ser provocada por fatores relacionados ao forte calor, como transpiração excessiva, vômitos e diarreia por ingestão de alimentos mal conservados, febre e até falta de acesso à água potável. Ao perder muita água, o corpo ficar fora de equilíbrio ou desidratado. A desidratação severa pode levar até à morte.

Os sintomas da pessoa desidratada são boca seca, fadiga, muita sede, tontura, queda de pressão, dor de cabeça, longos períodos sem urinar, irritabilidade, entre outros. Qualquer um pode ficar desidratado, mas os bebês e as crianças são mais vulneráveis por causa do baixo peso corporal e alta rotatividade de água e eletrólitos. Os idosos também apresentam maior vulnerabilidade.

O diagnóstico de desidratação baseia-se essencialmente na avaliação clínica, mas pode ser necessário realizar alguns exames simples de sangue, fezes e urina para identificar a causa e o grau de gravidade da enfermidade.

Nos casos de desidratação grave, que podem ocorrer de uma hora para outra, a reidratação deve ser feita com o soro oral distribuído gratuitamente nos postos de saúde e à disposição nas farmácias. Esse soro pode ser preparado em casa e tem validade de 24 horas depois de diluído em água, segundo os especialistas.

Para evitar a desidratação os médicos recomendam a ingestão constante de líquidos frescos, consumo de alimentos leves e ficar em ambientes arejados e com sombra.

Meditação, arteterapia e Reiki passam integrar procedimentos do SUS

14 FEV 2017
Meditação

Meditação, arteterapia e Reiki agora fazem parte dos procedimentos oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A novidade foi publicada nesta sexta-feira (13) no Diário Oficial da União.

A portaria do Ministério da Saúde também inclui musicoterapia, tratamento naturopático, tratamento osteopático e tratamento quiroprático. Todas essas práticas integrativas passam agora a fazer parte da Tabela de Procedimentos do SUS na categoria de "ações de promoção e prevenção em saúde".

O SUS já oferecia algumas opções de práticas integrativas como práticas corporais em medicina tradicional chinesa, terapia comunitária, dança circular, ioga, oficina de massagem, auriculoterapia, massoterapia e tratamento termal. Esses procedimentos continuam disponíveis.

Entenda as novas práticas incluídas no SUS

  • Arteterapia: uso da arte como parte do processo terapêutico
  • Meditação: prática de concentração mental com o objetivo de harmonizar o estado de saúde
  • Musicoterapia: uso dos elementos da música - som, ritmo, melodia e harmonia - com propósito terapêutico
  • Tratamento naturopático: uso de recursos naturais para recuperação da saúde
  • Tratamento osteopático: terapia manual para problemas articulares e de tecidos
  • Tratamento quiroprático: prática de diagnóstico e terapia manipulativa contra problemas do sistema neuro-músculo-esquelético
  • Reiki: prática de imposição das mãos por meio de toque ou aproximação para estimular mecanismos naturais de recuperação da saúde

Dormir pouco pode ser perigoso para o coração, mostra estudo

02 JAN 2017
Dormir pouco pode ser perigoso para o coração, mostra estudo 2

Dormir pouco pode ser perigoso para o coração, de acordo com um novo estudo realizado por cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Bonn (Alemanha). Os pesquisadores avaliaram as condições cardíacas de médicos da própria equipe, que trabalham em turnos de 24 horas, e descobriram que a falta de sono aumenta a pressão sanguínea e sobrecarrega o coração, aumentando a força dos batimentos (contratilidade) e sua frequência.

"Pela primeira vez, mostramos que uma privação de sono de curto prazo, no contexto dos turnos de 24 horas, pode levar a considerável aumento da pressão sanguínea, da contratilidade e da frequência cardíaca", disse o autor principal do estudo, Daniel Kuetting, do Departamento de Radiologia Diagnóstica da Universidade de Bonn.

Pessoas que trabalham em serviços de emergência, como médicos, policiais, bombeiros e outros, são convocados com frequência para atuar em turnos de 24 horas. Já se sabia que esse tipo de jornada estressante pode afetar diversos processos físicos, cognitivos e emocionais.

Mas, segundo Kuetting, o novo estudo é o primeiro a focar no impacto específico do turno de 24 horas sobre as funções cardíacas. Os resultados da pesquisa foram apresentados na manhã desta sexta-feira, 2, na reunião anual da Sociedade Radiológica da América do Norte (RSNA).

Os estudos foram feitos com os próprios médicos da universidade. Foram selecionados 20 radiologistas saudáveis com idade média de 31,6 anos. Cada um dos participantes foi avaliado com exames de ressonância magnética cardiovascular (RMC), com análise de deformação.

iStock
Os participantes foram submetidos aos exames antes e depois de seus turnos de 24 horas, nos quais tiveram em média três horas de sono. Os cientistas também coletaram amostras de sangue e de urina de todos eles e mediram a pressão sanguínea e a frequência cardíaca.

"A função cardíaca no contexto da privação de sono não havia ainda sido investigada com análise de deformação em exames de RMC, que é o parâmetro mais minucioso de contratilidade cardíaca", explicou Kuetting.


Após a privação de sono de curto prazo, além de apresentarem elevação considerável da pressão sanguínea e da frequência e contratilidade cardíaca, os participantes também tiveram um aumento importante dos níveis de hormônios da tireoide e do cortisol - um hormônio liberado pelo organismo em resposta ao estresse.

Kuetting afirma que aumento da pressão sanguínea após a privação de sono não chegou a valores que caracterizam pressão alta, mas ainda assim revelam uma conexão inequívoca entre a privação de sono e o aumento da pressão. Ele afirma que será preciso realizar estudos com grupos maiores para determinar possíveis efeitos de longo prazo da falta de sono.

"O estudo foi desenhado para investigar um caso real de privação de sono relacionada ao trabalho. Não foi permitido que os participantes consumissem, durante o estudo, cafeína ou alimentos e bebidas que contivessem teobromina, como chocolate, castanhas ou chá. Porém, nós não levamos em conta fatores como estresse individual e estímulos ambientais", explicou Kuetting.

Veneno de uma das cobras mais mortais do mundo pode servir de analgésico, diz pesquisa

10 JAN 2017
Chamada de 'assassina das assassinas', serpente tem cabeça coral e corpo azul (Foto: Tom Charlton)

Uma cobra com a maior glândula de veneno do mundo pode ser a resposta para o alívio da dor, diz uma pesquisa da Universidade de Queensland, na Austrália.

Chamada de "assassina das assassinas", a cobra coral azul é conhecida por se alimentar de outras serpentes. Nativa do Sudeste Asiático, a predadora chega a ter 2 metros de comprimento. Seu veneno tem efeito "quase imediato", causando espasmo na presa.

A pesquisa, publicada na revista científica Toxin, descobriu que o veneno da serpente atinge receptores críticos para a dor nos seres humanos e poderia ser usado como método de tratamento.

"A maioria das cobras tem um veneno de ação lenta que funciona como um poderoso sedativo. Você fica sonolento, lento, antes de morrer", explica Bryan Fry, pesquisador da Universidade de Queensland.

"O veneno dessa serpente funciona, no entanto, quase que imediatamente. Ela costuma se alimentar de animais muito perigosos que precisam ser mortos rapidamente antes que tentem revidar. É a assassina das assassinas", acrescenta.

De veneno a analgésico
Os caracóis-cone e escorpiões são exemplos de animais invertebrados cujo veneno tem sido estudado para uso medicinal.

O pesquisador acredita, entretanto, que um medicamento desenvolvido a partir do veneno de cobras poderia ser mais eficaz - uma vez que as serpentes são vertebradas, evolutivamente mais próximas dos seres humanos.

"O veneno tem como alvo nossos canais de sódio, que são centrais para a transmissão da dor. Poderíamos transformar isso em algo que pode ajudar a aliviar a dor e funcionar melhor conosco", diz Fry.

A glândula de veneno da cobra coral azul é tão grande que pode chegar a um quarto do comprimento do seu corpo.

"É uma glândula de veneno estranha, a mais longa do mundo, mas é tão bonita. Eu diria que é a minha espécie favorita de cobra", diz o pesquisador.

Risco de extinção
Segundo Fry, esse é o primeiro vertebrado conhecido no mundo cujo veneno age desta forma. Essa espécie de cobra, no entanto, é rara: mais de 80% do seu habitat foi destruído.

"Elas são realmente raras. Até hoje, eu só encontrei apenas duas na natureza", conta.

"Parte de seu habitat foi desvastado para abrir caminho, por exemplo, para plantações de palmeiras no Sudeste Asiático. Quem sabe o que havia mais naquela floresta que poderia ter potencialmente salvado vidas?", acrescenta.

Por esse motivo, Fry e sua equipe - que conta com pesquisadores da China, Estados Unidos e Cingapura - estão estudando também parentes do réptil.

"Nós estamos tentando ver se há algum parente da cobra coral azul que tenha propriedades diferentes. Algumas pessoas dizem que cobra boa é cobra morta, mas estamos buscando o oposto aqui", diz.

1 2 3 4 5 6 7  
Copyright ©2015 | Viver Bem - Home Care